Transito Brasil


O projeto Trânsito Brasil engloba a área de conteúdos educacionais desenvolvido pelo CEAT. Centro de Estudos Avançados e Treinamento/Trânsito.

TRÂNSITO SEGURO

Sem avaliações
Autor: ANA PAULA GUIMARÃES SOARES
Escola:


ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO COMPLEMENTAR ADIBE SAYAR DAHER ENSINO FUNDAMENTAL I ANA PAULA GUIMARÃES TRÂNSITO SEGURO: aprendendo sinais de trânsito sobre duas rodas. GUARAREMA 2019 1. INTRODUÇÃO O presente trabalho tem como intuito auxiliar de forma substancial o aprendizado de sinais de trânsito, suas funções, como reconhecer e respeitar cada uma das sinalizações, voltado para crianças e adolescente com necessidades especiais, juntamente com o uso da bicicleta como meio de locomoção. O trânsito é a movimentação das pessoas nas ruas das cidades, ou nas estradas. Tal movimentação pode ser feita a pé, de bicicleta, de carro, ônibus, etc. Com o aumento da população e das cidades, o governo, que é o órgão responsável pela organização dessas cidades, criou formas de evitar acidentes e manter o trânsito em boas condições de funcionamento. Para que tudo isso ocorresse de forma organizada, foram criadas as leis de trânsito, os sinais de identificação, como faixa de pedestre, local para se atravessar as ruas; semáforo, placas indicativas de velocidade, placas de ruas, etc., os quais as pessoas devem respeitar, tanto motoristas quanto pedestres. Muitos pedestres não respeitam essas leis, atravessando as ruas em lugares que não possuem as faixas de pedestre ou mesmo os semáforos, atravessando em lugares de grande movimentação dos veículos. Isso é errado, pois pode causar atropelamentos em razão da falta de sinalização e do motorista não estar muito atento (SILVA et. al., 2012). Os sinais de trânsito têm uma importância grande, pois estabelecem as regras de navegação pelas vias. Eles foram projetados para serem objetos facilmente identificáveis, com propriedades visuais muito fortes. Reconhecer um sinal de trânsito permite que um motorista, um pedestre, um ciclista ou um motociclista possam ser avisados sobre ações impróprias e situações potencialmente perigosas (SILVA et. al. 2012). De acordo com SILVA (et.al., 2012) de forma geral, a identificação de sinais de trânsito é feita em duas fases, que são a detecção e o reconhecimento. Esse reconhecimento pode ser realizado utilizando propriedades de cor dos sinais; a partir da geometria das placas em imagens em tons de cinza; baseada nas propriedades de forma dos sinais; baseada em propriedades de cor e forma; utilizando classificadores baseados em redes neurais , entre outras formas mais sofisticadas e precisas. Um grande problema do trânsito é a falta de respeito dos motoristas de carros, ônibus com os motoqueiros. É uma das maiores causas de morte, pois os acidentes são constantes. Os motoqueiros também não costumam respeitar as leis do trânsito, cortando os carros de qualquer jeito, passando por cima das calçadas, avançando os sinais e andando em excesso de velocidade. Os guardas de trânsito também auxiliam na organização do mesmo. Eles fazem a sinalização em locais que não tem semáforos ou fiscalizam lugares de grande movimento (BARROS). Algumas atitudes ajudam a evitar acidentes como: • atravessar as ruas na faixa de pedestre, • utilizar as passarelas próprias para os pedestres, • não colocar cabeça ou braços para fora dos veículos, • usar cinto de segurança, • só atravessar a rua com o sinal aberto para o pedestre, • não brincar nas proximidades das ruas, • só andar pelas calçadas, • não dirigir com excesso de velocidade, • respeitar as placas de sinalização e os sinais, Com os ciclistas os cuidados devem ser os mesmos. Tanto na observação das placas como com a sua própria segurança. De acordo com LAPENTA (2017), o ciclismo e a bicicleta são uma forma de ver e viver a vida. A prática do ciclismo desenvolve habilidades motoras, influenciadas por características morfológicas, bioquímicas e fisiológicas, além de melhoras nos sistemas respiratório, cardiovascular, hematológico, renal, endócrino entre outros. Produz um efeito imediato de bem estar que, a longo prazo, se converte em um estado de saúde e melhora da condição física, prevenindo diversas enfermidades. Quando a criança tem a oportunidade de vivenciar novas habilidades, a aquisição das mesmas ocorre naturalmente. Partindo desse pressuposto, a prática orientada de atividades físicas torna-se indispensável, buscando suprir e/ou minimizar os déficits motores apresentados (PELLEGRINI et all, 2015). Para FRANCO (2013), a bicicleta, utilizada como atividade física é um excelente exercício para o desenvolvimento da coordenação motora de membros superiores e inferiores. Promove melhora do equilíbrio, engrandece a autoconfiança e a autoestima, desenvolve a noção de direção, além de sociabilizar e criar uma conscientização com relação ao próximo e ao meio ambiente. O presente trabalho tem como intuito ensinar as crianças e adolescentes da EMEC – Escola Municipal de Educação Complementar a aprenderem a respeito das leis de trânsito, os cuidados que devem ser tomados durante o transitar nas ruas, utilizando a bicicleta como meio de condução ou para lazer. 2. OBJETIVOS 2.1. OBJETIVOS GERAIS: • Reconhecer as placas de trânsito e seus significados • Apresentar e experimentar o Código Nacional de Trânsito Brasileiro principalmente no que diz respeito aos direitos e deveres dos cidadãos • Refletir e vivenciar o uso da bicicleta como meio de transporte • Melhorar a autonomia e autoconfiança • Melhorar a agilidade e a atenção • Aumentar a disposição para atividades diárias 2.2. OBJETIVO ESPECÍFICO: Oportunizar a prática de atividades orientadas relacionadas ao Código Nacional de Trânsito de forma lúdica e criativa,, proporcionando uma ampla variedade de experiências sociais, utilizando a bicicleta como meio de transporte ou lazer. 3. JUSTIFICATIVA Aprender sobre os Códigos de Trânsito, durante os primeiros anos do Ensino Fundamental I é de fundamental importância. É nesse momento que a criança começa a se relacionar com o mundo, com o cotidiano, com a vivência no meio e na sociedade. É importante que desde cedo essas crianças adquiram autonomia para auxiliar em suas decisões futuras. A utilização da bicicleta de forma lúdica durante as aulas, auxiliando no aprendizado dos sinais de trânsito, vem de encontro ao aprendizado, com o intuito de engrandecer, de maneira criativa, o entendimento dos sinais de trânsito no dia a dia. A atividade física deve contemplar o aspecto lúdico e agradável, tornando-se um hábito para toda a vida. Segundo os autores, o estilo de vida tem representado um fator de qualidade de vida e/ou saúde, independente da idade ou condição sócio econômica, dentro das sociedades industrializadas e em desenvolvimento. 4. METODOLOGIA O projeto foi desenvolvido com crianças com necessidades especiais da ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO COMPLEMENTAR ADIBE SAYAR DAHER, do Ensino Fundamental I, entre meninos e meninas, que apresentam Síndromes variadas: Síndrome de Down, Transtorno do Espectro Autista (TEA), Transtorno Opositor Desafiador (TOD), Paralisia cerebral, Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), Distúrbio de conduta, surdez moderada, baixa visão, Distúrbio de Déficit de Atenção (DDA), Deficiente Intelectual (DI), Psicose, Torcicolo congênito, Síndrome de Microdeleção (3P25). Foram realizadas pesquisas em livros didáticos e artigos pela internet na busca sobre assuntos relacionados com o Código Nacional de Trânsito, a utilização do álbum de figurinhas TRÂNSITO SEGURO – Educação de Trânsito Ensino Fundamental I como objeto de aprendizagem, além de assuntos relacionados com o meio ambiente. Além disso, foram realizadas atividades práticas com a bicicleta, utilizando as placas de trânsito. 5. CONCLUSÃO As crianças aprenderam sobre o sinais de trânsito de forma lúdica,criativa e didática, trabalhando com os números e a busca pelos locais adequados para a colocação das figurinhas no álbum. Além disso, desenvolveram habilidades relacionadas com o equilíbrio e desenvolvimento motor, inserido no contexto do Código de Trânsito Nacional, com o uso das bicicletas. 6. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA FRANCO, C. Artigo: Benefícios da bicicleta para a coordenação e equilíbrio. Acesso em: http://www.perfilnews.com.br/artigos/artigo´beneficios-da-bicicleta-para-a-coordenacao-e-equilibrio.2013. Acesso em: 08 fev 2019. LAPENTA, E. Las capacidades motoras necesarias em um ciclista. Disponível em: http://www.mundobici.com/blog/capacidades-motoras-del-ciclista/2017. Acesso em: 08 fev 2019. PELLEGRIN, A.M.; NETO, S.S.; ALLEONI, B.N.; GAMA, D.T.; TINOS, S.H.; HATORE, R.S.; KAWAKAMI, K.M.; MOTTA, A.I. A aquisição de habilidades motoras a partir de estruturas rítmicas na Educação Infantil e no Ensino Fundamental. 2015. Disponível em: http://www.researchgate.net/publication/268402783. Acesso em: 05 fev 2019. SILVA, F. A. et. al. UMA METODOLOGIA PARA DETECTAR E RECONHECER PLACAS DE SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO. Disponível em: http://iris.sel.eesc.usp.br/wvc/Anais_WVC2012/pdf/97147.pdf. Acesso em 29 ago 2019. BARROS, J. O Movimento do Trânsito. Equipe Escola kids. Disponível em: https://escolakids.uol.com.br/geografia/o-movimento-do-transito.htm. Acesso em: 29 ago 2019. * os termos de autorização de uso de imagem foram encaminhados para o email: contato@transitobrasil.com, pois não foi possível encaminhá-los através deste canal.